Blog Life Search
Tempo de Espera

Tempo de Espera

O chamado “tempo de espera” é quando um casal tenta gerar um filho de forma espontânea, apenas deixando de usar métodos contraceptivos. As mulheres de até 35 anos têm probabilidade mensal de engravidar de até 20%. Isso significa que cerca de 85% dos casais, com mulheres nessa faixa de idade, devem obter êxito, dentro do tempo de espera padrão necessário: cerca de 12 meses.

Para os que estão na tentativa, é importante que conheçam a “janela fértil”. Trata-se do período de ovulação que acontece, em geral, entre o 12˚e o 15˚ dia do ciclo menstrual, da maioria das mulheres. Manter as tentativas neste período pode ser eficaz. Com a ajuda do médico ginecologista, identifique esses melhores dias para a concepção. É importante ressaltar que esse cálculo de janela é válido apenas para as mulheres que menstruam regularmente.

Caso não consigam engravidar, durante um ano de tentativas, os casais devem procurar ajuda médica. Detectar um possível quadro de infertilidade, em um dos cônjuges (ou, em alguns casos, em ambos), pode, inicialmente, ser um choque. Afinal, ter filhos faz parte dos anseios humanos mais naturais e genuínos. Mas, o que se deve ter em mente é que a infertilidade, de modo algum, é um impedimento definitivo.

Hoje a medicina dispõe de avançados e múltiplos métodos que possibilitam a geração de filhos, por meio da reprodução assistida. A Life Search busca a realização do sonho de seus pacientes, que é gerar a vida. Nossos médicos, especialistas em Reprodução Humana, estão preparados para proporcionar todo o suporte necessário. Conheça alguns dos serviços:

 

– Espermograma

Avaliação das características do sêmen, com ênfase no número, forma e movimentação dos espermatozoides.

 

– Rastreamento de Ovulação

Acompanhamento do processo ovulatório, por meio de exames seriados de ultrassonografia.

 

– Histeroscopia Diagnóstica

Avaliação do interior da cavidade uterina através da visualização direta por um sistema de vídeo, que permite identificar possíveis alterações que diminuem a fertilidade.

 

– Videolaparoscopia Diagnóstica

Avaliação do interior da cavidade pélvica, através da visualização direta por um sistema de vídeo, que permite identificar alterações que podem passar desapercebidas por outros exames de imagem, como endometriose, aderências pélvicas, entre outras.

 

– Ovodoação

Fertilização dos óvulos de mulheres com idade inferior a 35 anos para transferi-los a mulheres que tiveram diminuição do seu potencial fértil.

 

– Biopsia Pré-implantacional – PGD e PGS (diagnóstico e screening)

Identifica os embriões cromossomicamente normais, através da análise do DNA embrionário, antes da transferência, aumentando a taxa de sucesso.

 

Um aspecto a ser considerado sobre a impossibilidade de ter filhos, de modo natural, é que a sociedade de hoje, de maneira geral, cultiva maus hábitos que incentivam a infertilidade, como o estresse exacerbado, a má alimentação, a pouca prática de exercícios físicos, os altos índices de obesidade, o uso de drogas (lícitas e ilícitas) e demais fatores intrinsicamente ligados à vida moderna, infelizmente. Não se culpe, caso seja diagnosticado um quadro de infertilidade. Pense que sonhos existem para serem realizados e procure apoio profissional.

Direitos reservados Life Search
Warning: Use of undefined constant Y - assumed 'Y' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/d/b2/a5/lifesearch/public_html/wp-content/themes/lifeSearch/footer.php on line 259
2021.