Tag Archives: reprodução masculina

Fertilidade masculina: entenda os fatores hormonais

Geralmente, as mulheres podem engravidar desde a sua primeira menstruação até a menopausa, possuindo períodos férteis mensais de, aproximadamente, 6 dias. Normalmente, a última menstruação ocorre entre os 45 e 55 anos, definindo o fim da fase reprodutiva. Entretanto, a vida fértil dos homens é diferente – e menos definida – do que a das mulheres.

O homem pode ser pai em qualquer idade?  

O homem se torna fértil durante a puberdade, por volta dos 12 anos de idade. Ele tem uma queda na produção de espermatozoides quando atinge a faixa entre 50 e 60 anos de idade, devido à diminuição da produção de testosterona, que influencia diretamente a fertilidade masculina.

Todavia, há estudos que revelam uma perda de qualidade do sêmen a partir dos 40 anos de idade, o que resulta em maior tempo para conseguir chegar à gravidez. Ademais, uma vez obtida a gestação, há indicadores de que a idade paterna avançada pode aumentar a probabilidade de problemas na gestação da mulher  como aborto espontâneo e partos prematuros, além de também poder influenciar nas chances do filho desenvolver algumas condições, como o autismo e a esquizofrenia.

Entretanto, é importante ressaltar que tais condições não se desenvolvem somente por culpa da idade paternal – elementos como a idade materna, hereditariedade e fatores ambientais também participam deste processo.

Como avaliar a fertilidade masculina?

Espermograma

O espermograma é um exame no qual o médico avalia se a produção de espermatozoides é suficiente em quantidade e qualidade, analisando a viscosidade, pH, forma, motilidade e concentração de espermatozoides vivos.

Dosagem de testosterona

Como dito no texto, a testosterona influencia diretamente na produção de espermatozoides. Saber a quantidade deste hormônio no corpo é essencial para analisar a capacidade reprodutiva do homem.

A adoção de hábitos de vida saudáveis, como uma dieta alimentar balanceada e a prática regular de atividades físicas, associada ao abandono do tabagismo e redução da ingestão de bebidas alcoólicas refletem positivamente na fertilidade masculina e do casal.

Não deixe de realizar acompanhamento médico caso você possua desejo em ter um filho. A fertilidade masculina também é fundamental no processo de conceber uma gravidez, e o apoio de profissionais capacitados faz toda a diferença no sucesso do processo.

Varicocele: o que é e como afeta a fertilidade?

O desejo de gerar a vida faz parte da vida de muitos homens. No entanto, o sonho de ser pai pode ser adiado devido devido a problemas na fertilidade masculina, entre eles, a varicocele. Sendo a principal causa de infertilidade nos homens, a varicocele é a dilatação das veias que drenam o sangue dos testículos. Ela ocorre devido a uma insuficiência das veias de drenagem desses vasos, o que leva ao represamento sanguíneo e o aumento do volume destas veias, formando as varizes. Embora muitos nunca tenham ouvido sobre a doença, ela pode contribuir nas alterações na produção e qualidade dos espermatozoides, afetando a fertilidade.

INCIDÊNCIA DE CASOS
Os dados atualizados indicam que, em todo o mundo, a varicocele ocorre em aproximadamente 15% dos homens. Para os casais tentantes e que apresentam problemas para engravidar, a doença pode estar presente em até 35% dos homens. É preciso ficar atento desde a adolescência, pois a frequência é muito semelhante à encontrada nos adultos e seu aparecimento se dá geralmente entre os 14 e 15 anos de idade. Além disso, a varicocele é encontrada predominantemente no testículo esquerdo, até 95% dos casos, algumas vezes em ambos, cerca de 10% a 20% e raramente no direito.

DESCOBERTA
O fato de os testículos se situarem dentro da bolsa escrotal faz com que sua temperatura seja mais baixa que a do corpo, condição que favorece a produção de espermatozoides. A varicocele, causa frequente de alteração da fertilidade masculina, é uma dilatação das veias que drenam o sangue dos testículos. O acúmulo de sangue produz aumento da temperatura local, o que pode produzir, ao longo do tempo, uma redução da fertilidade do homem, detectável pelo espermograma – geralmente as descobertas ocorrem quando o casal procura ajuda médica devido à dificuldade em gerar a vida.

SINTOMAS
Na maioria dos casos a varicocele é assintomática, ou seja, não apresenta sintomas. Essa situação é um tanto quanto ruim e perigosa, pois pode prejudicar a função dos testículos sem que o homem tenha sintoma algum. Dessa forma, é fundamental consultar periodicamente um médico para certificar-se da ausência de doenças.

TRATAMENTO
Existem algumas opções de tratamento para varicocele, entre eles a cirurgia, entretanto nem sempre o tratamento cirúrgico deve ser realizado. Quando indicado, é realizado através região da virilha do homem. Assim, como em qualquer procedimento, a consulta médica é de extrema importância, pois somente ele poderá dar o diagnóstico correto e prescrever o tratamento melhor indicado para o seu caso, de forma personalizada. O importante é não desistir do seu sonho e manter a saúde em dia!