Tag Archives: hormônios

Fertilidade masculina: entenda os fatores hormonais

Geralmente, as mulheres podem engravidar desde a sua primeira menstruação até a menopausa, possuindo períodos férteis mensais de, aproximadamente, 6 dias. Normalmente, a última menstruação ocorre entre os 45 e 55 anos, definindo o fim da fase reprodutiva. Entretanto, a vida fértil dos homens é diferente – e menos definida – do que a das mulheres.

O homem pode ser pai em qualquer idade?  

O homem se torna fértil durante a puberdade, por volta dos 12 anos de idade. Ele tem uma queda na produção de espermatozoides quando atinge a faixa entre 50 e 60 anos de idade, devido à diminuição da produção de testosterona, que influencia diretamente a fertilidade masculina.

Todavia, há estudos que revelam uma perda de qualidade do sêmen a partir dos 40 anos de idade, o que resulta em maior tempo para conseguir chegar à gravidez. Ademais, uma vez obtida a gestação, há indicadores de que a idade paterna avançada pode aumentar a probabilidade de problemas na gestação da mulher  como aborto espontâneo e partos prematuros, além de também poder influenciar nas chances do filho desenvolver algumas condições, como o autismo e a esquizofrenia.

Entretanto, é importante ressaltar que tais condições não se desenvolvem somente por culpa da idade paternal – elementos como a idade materna, hereditariedade e fatores ambientais também participam deste processo.

Como avaliar a fertilidade masculina?

Espermograma

O espermograma é um exame no qual o médico avalia se a produção de espermatozoides é suficiente em quantidade e qualidade, analisando a viscosidade, pH, forma, motilidade e concentração de espermatozoides vivos.

Dosagem de testosterona

Como dito no texto, a testosterona influencia diretamente na produção de espermatozoides. Saber a quantidade deste hormônio no corpo é essencial para analisar a capacidade reprodutiva do homem.

A adoção de hábitos de vida saudáveis, como uma dieta alimentar balanceada e a prática regular de atividades físicas, associada ao abandono do tabagismo e redução da ingestão de bebidas alcoólicas refletem positivamente na fertilidade masculina e do casal.

Não deixe de realizar acompanhamento médico caso você possua desejo em ter um filho. A fertilidade masculina também é fundamental no processo de conceber uma gravidez, e o apoio de profissionais capacitados faz toda a diferença no sucesso do processo.

Ovulação tardia: o que é e como lidar?

Muitas mulheres passam, desde a menarca (primeira menstruação), por diversos empecilhos durante o ciclo menstrual. Os efeitos podem ser cólicas, ciclos desregulados e até a ovulação tardia. Geralmente, a ovulação ocorre no meio do ciclo menstrual, que tem normalmente 28 dias, ocorrendo, por isso, por volta do dia 14. No entanto, em alguns casos, pode ocorrer mais cedo ou mais tarde.

Uma ovulação tardia é considerada uma ovulação que ocorre após o período esperado, depois do dia 21 do ciclo menstrual, atrasando a menstruação, mesmo em mulheres que geralmente têm um período menstrual regular. Geralmente, quando há o acompanhamento ginecológico, a situação pode ser descoberta mais rápida, mas às vezes, somente quando um casal tenta engravidar e têm dificuldade, que os casos são descobertos.

Isso porque, a ovulação tardia pode ser causada por diversos fatores e ser desenvolvida anos depois de possuir o ciclo menstrual regular. As principais causas são:

1- Estresse, que pode ter um impacto negativo na regulação hormonal.

2- Medicamentos.

3- Síndrome dos ovários policísticos.

4- Doença da tireoide, que influencia a glândula pituitária, responsável pela liberação dos hormônios LH e FSH, que estimulam a ovulação.

Os tratamentos podem ser realizados com médicos especializados. Mas você deve estar se perguntando: como a ovulação tardia afeta a fertilidade? A resposta é simples, se a ovulação tardia estiver associada uma condição como ovários policísticos ou hipotireoidismo, tratar diretamente a causa pode ajudar a regular a ovulação. E se forem outras causas, não significa que comprometa a fertilidade.

O que gera a dificuldade em engravidar em pessoas com ciclo menstrual irregular, é a dificuldade em prever quando é o período fértil ou quando ocorre a ovulação. No entanto, para isso também há possíveis soluções como, por exemplo, os testes de ovulação para identificar o período fértil e orientação de coito.

Procure médicos especializados. O sonho de gerar vida não pode ser deixado pelo caminho. Muitas vezes só precisa de pessoas certas ao lado para acompanhar na caminhada. Acredite!