Blog Life Search
Fertilidade Masculina: Como preservar?

Fertilidade Masculina: Como preservar?

Você sabia que é possível preservar a fertilidade masculina por meio de técnicas de congelamento do sêmen e do tecido testicular? Esses métodos são indicados para homens que vão se submeter a tratamentos de quimioterapia e radioterapia ou que trabalham expostos a produtos químicos e radioativos. No caso da radioterapia, dois em cada três pacientes ficam sem espermatozoides por um período de dois a cinco anos, após o tratamento. Já a quimioterapia, é responsável por deixar um em cada três pacientes com uma baixa contagem ou mesmo ausência de espermatozoides de maneira irreversível. Por isso, as técnicas de preservação da fertilidade masculina são tão importantes nesses casos.

 

COMO FUNCIONA O CONGELAMENTO DO SÊMEN?

Aproximadamente três coletas de sêmen são feitas em dias alternados, antes de começar os tratamentos de quimio e radioterapia. Depois da coleta, o sêmen é analisado e congelado utilizando o nitrogênio líquido a –196°C. Nessas condições, o sêmen pode ficar armazenado por anos.

 

COMO FUNCIONA O CONGELAMENTO DO TECIDO TESTICULAR?

Para os pacientes que não começaram a produzir espermatozoides (são muito novos e não entraram ainda na puberdade) e vão precisar fazer um tratamento de câncer, o método de congelamento do tecido testicular é indicado. Nesse caso, o paciente é submetido a uma biópsia testicular, em que os tubos seminíferos são aspirados e as células geradoras dos espermatozoides são isoladas e congeladas. Dessa maneira, após finalizar o tratamento, o paciente, caso deseje ter um filho, poderá se beneficiar com as técnicas de reprodução assistida. Esta técnica, apesar de promissora, ainda é experimental, não sendo oferecida de rotina

 

Quer saber mais sobre a preservação da fertilidade masculina? Deseja ser pai, mas tem problemas de fertilidade? Clique aqui e entre em contato conosco.

Direitos reservados Life Search 2018.