Blog Life Search
Saiba mais sobre preservação da fertilidade

Saiba mais sobre preservação da fertilidade

Homens e mulheres veem, hoje, a necessidade de adiar o sonho de ter filhos. Para auxiliar neste comportamento, as técnicas de preservação da fertilidade oferecem a oportunidade de ambos os sexos terem seus materiais genéticos preservados, seja por razões pessoais, ou por conta de diagnóstico de alguma doença que possa afetar a fertilidade, como o câncer. Muitas mulheres estão optando por congelar seus óvulos para poderem ter a chance de realizar o sonho da maternidade no futuro. A vitrificação ou congelamento de óvulos, permite que os óvulos maduros conseguidos após a estimulação ovariana sejam criopreservados para utilização posterior. Este também é o caso de homens que vão passar por quimioterapia e que desejam congelar o sêmen. Para os pacientes oncológicos que vão receber quimioterapia ou radioterapia, ter o material genético preservado é uma boa opção. Afinal, quando o desejo de se tornar pai vier, as chances de um resultado de Continue Lendo →

Mais sobre a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide (ICSI)

Mais sobre a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide (ICSI)

Para quem está chegando agora no mundo dos tentantes, alguns termos utilizados durante as consultas ou até mesmo por pesquisas individuais à internet podem gerar dúvidas e até confusão entre os procedimentos. Mas não se preocupe com isso... É normal. Afinal, quem nos dias de hoje não dá uma pesquisada sobre procedimentos médicos, ainda mais se for submetido a eles? O que devemos sempre prezar é a informação correta e de qualidade. Pensando nisso, decidimos explicar um pouco mais sobre a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide, a ICSI. O nome gigante faz jus a especificidade do procedimento, visto que a ICSI é uma variação da Fertilização in Vitro (FIV) clássica e, por isso, também é considerada uma técnica de reprodução assistida de alta complexidade. Assim como a técnica da FIV, a ICSI depende do acompanhamento médico, da utilização de medicamentos para estimulação ovariana e de uma estrutura laboratorial complexa. A única Continue Lendo →

Quantas vezes podemos repetir a FIV?

Quantas vezes podemos repetir a FIV?

Recomeçar: isso faz parte do ciclo da vida e, em especial, dos casais que estão tentando engravidar. A Fertilização in Vitro (FIV) é um dos tratamentos mais conhecidos de reprodução humana e possui excelentes índices de sucesso. Entretanto, é preciso estar preparado para mais de uma tentativa, pois nem sempre o resultado esperado vem de primeira. Sempre dizemos para os tentantes não desistirem, pois na caminhada para gerar vida, os obstáculos podem até parecer difíceis, mas a vitória é sensacional. Contudo, é necessário saber quantas tentativas de FIV são aceitáveis, até onde insistir no tratamento. Pois, alguns probleminhas podem impactar o resultado. E, com isso fazer com que a mudança de tratamento possa ser necessária. Por isso, agora vamos dar dicas do que influenciar nas falhas do tratamento e quantas vezes pode- se insistir no mesmo método. Existem algumas causas para a FIV não dar certo e, as mais comuns Continue Lendo →

A inseminação intrauterina pode ser repetida?

A inseminação intrauterina pode ser repetida?

A inseminação intrauterina, também chamada de inseminação artificial é a colocação do sêmen, dentro do útero por meio de um cateter flexível. Com esta técnica, os espermatozoides, ao invés de serem depositados na vagina como ocorre durante uma relação sexual, são depositados internamente no útero. Sendo assim, a distância a ser percorrida pelo espermatozoide até o óvulo será menor e, consequentemente, maior a chance de gravidez. Como no coito programado, os ovários devem ser estimulados por hormônios com o intuito de se ter um maior número de óvulos. O crescimento é monitorado por ultrassons repetidos até estarem no tamanho adequado. Neste momento, a ovulação também é desencadeada por uso de medicamentos e daí é marcada a inseminação. A Inseminação Artificial é um procedimento simples. É indolor, sendo realizada sem anestesia e não dura mais que minutos. No dia do procedimento, o parceiro colhe o sêmen, que então é processado em Continue Lendo →

O que é prolactina e como afeta a fertilidade?

O que é prolactina e como afeta a fertilidade?

Na caminhada para gerar a vida, vários exames são realizados. Dentre eles, os exames hormonais são de suma importância para ajudar a detectar a causa da infertilidade. No caso da infertilidade feminina, um dos hormônios a ser analisado é a prolactina. A prolactina é um hormônio importante para a fertilidade, pois ele é responsável pela produção do leite materno através das glândulas mamárias e, além disso, contribui para o equilíbrio do sistema reprodutivo. No entanto, quando existem taxas elevadas de prolactina, ou seja, hiperprolactinemia, esse hormônio pode dificultar a gravidez. A hiperprolactemia é capaz de alterar a fertilidade através de um desequilíbrio neuroendocrinológico que pode gerar anovulação (ausência de ovulação) e em graus mais elevados até mesmo amenorreia (ausência de menstruação). Entre 9-17% das mulheres com infertilidade sofrem de hiperprolactinemia. Apesar de pouco conhecidos, os distúrbios da prolactina são mais comuns do que pensamos. Sendo assim, pelo desequilíbrio hormonal afetar Continue Lendo →

Mais sobre a orientação de coito

Mais sobre a orientação de coito

Chega um momento em que o “relógio biológico” toca e a necessidade de gerar uma vida, desperta. Um momento mágico e de felicidade para o casal que sonha em construir uma família. No entanto, alguns destes apresentam dificuldade para ficarem “grávidos”.   A orientação de coito é um tratamento que pode ser indicado para casais que tenham as trompas e os espermatozoides sem alterações. O procedimento é, também, conhecido como coito programado.   De modo geral, o tratamento “prevê” qual é a melhor época do ciclo da mulher, ou seja, qual é o período exato em que as suas chances de engravidar serão maiores. Neste momento, o casal é recomendado a manter relações sexuais com maior frequência, de modo a aumentar ainda mais as chances de que a gravidez ocorra.   O tratamento se caracteriza como simples para a fertilidade. Possui baixa complexidade e é realizado com o auxílio da Continue Lendo →

Adenomiose: o que é e como impacta na fertilidade

Adenomiose: o que é e como impacta na fertilidade

Você já ouviu falar de adenomiose? A doença é um subtipo da endometriose. Ela afeta 15% das mulheres e pode, também, causar problemas de infertilidade feminina. Para entender a adenomiose, é preciso saber como o útero é formado:   - Endométrio: tecido que reveste a cama interna do útero, e é formado por glândulas, - Miométrio: camada intermediária, composta por músculos, - Serosa: camada externa, que separa o útero de outros órgãos.   Algumas mulheres têm a camada interna do útero “mesclada” com a intermediária. Sendo assim, as células endometriais se misturam ao miométrio. Tal condição é chamada de adenomiose. Pode ser classificada como superficial, intermediária ou profunda, o que vai de acordo com as camadas de músculo que são afetadas.   A adenomiose pode ser ainda focal, quando localizada em uma determinada região do útero, ou difusa, quando se espalha por toda a parede uterina, deixando-a mais pesada e Continue Lendo →

Reações do bebê dentro do útero

Reações do bebê dentro do útero

“Uau! O bebê está soluçando dentro da barriga!” Se você já sentiu isso, com certeza se surpreendeu. Como uma vida tão pequenina, ainda dentro do útero, já pode ter crise de soluços?! É nesse momento que vêm as seguintes dúvidas: “Será que isso é normal? O bebê está bem? Será que ele engasgou? A gravidez está em risco?”. Calma! Está tudo muito bem, se forem apenas soluços. Confira agora algumas reações comuns dos fetos que você ainda não conhece:   SOLUÇO O soluço fetal é um fenômeno normal e muito saudável, afinal, trata-se de uma espécie de “treinamento” que prepara o aparelho respiratório do bebê. Algumas gestantes sentem os soluços várias vezes ao dia. Outras podem nem perceber ou sentir como se fossem os movimentos convencionais. Fique tranquila, todas essas situações são perfeitamente normais.   SONHOS Os bebês chegam a sonhar em 70% das 16 horas que passa dormindo dentro Continue Lendo →

É possível ter filhos após laqueadura ou vasectomia?

É possível ter filhos após laqueadura ou vasectomia?

Não é incomum que pessoas que já realizaram esterilização reprodutiva (vasectomia e laqueadura) mudem de ideia e resolvam ter filhos de novo. Os motivos incluem situações como a mudança de parceiros, melhora da condição financeira e transformação de pensamento, entre muitas outras razões.   De acordo com matéria intitulada “Cresce procura para reverter esterilização”, da folha de São Paulo (assinada por Cláudia Collucci), “não há uma pesquisa que indique a taxa de arrependimento entre homens que fizeram vasectomia e mulheres que se submeteram à laqueadura, mas estudos de serviços públicos mostram que o percentual é de cerca de 30%.” Apesar de ser possível reverter a vasectomia e a laqueadura de trompas, o processo não é garantido. Afinal, foram feitos para oferecer caráter definitivo. Em muitos casos, a reprodução assistida será a solução. Mas antes de esclarecermos como é possível ter filhos mesmo após a laqueadura ou vasectomia, vamos entender o Continue Lendo →

Dicas para reduzir cansaço e enjoo durante a gravidez

Dicas para reduzir cansaço e enjoo durante a gravidez

Durante a gestação, a mulher sofre muito com as ações dos hormônios e com as modificações do organismo, para gerar o bebê. Essas alterações significativas proporcionam aquele cansaço agudo que só as grávidas sabem realmente como é. Como se aliviar? Siga estas dicas: -> SEMPRE QUE POSSÍVEL, TIRE UM COCHILO: dormir por 30 minutos, mais ou menos, pode repor as energias e deixar o dia mais leve. Pausas breves, de olhos fechados, também ajudam a relaxar. E, à noite, durma no mínimo por 8 horas. -> CONTE COM AS ALMOFADAS: em determinado momento da gestação, achar uma boa posição, seja para se sentar ou deitar, pode ser complicado. Utilize almofadas e travesseiros para melhorar seu conforto. Apoie a barriga e as costas. Evite deitar de bruços, mesmo com poucos meses de gravidez. -> FAÇA ATIVIDADES FÍSICAS MODERADAS: exercícios leves como caminhada, hidroginástica e alongamento ajudam a melhorar o condicionamento respiratório, reduzindo Continue Lendo →

Categorias
Direitos reservados Life Search 2019.